• Mapa Turístico
  • Loja de Turismo, Portas do Sol, 4930-717 Valença
  • +351 251 823 329

VisitValença.com

Conteúdo

Valença com Mais 35% de Peregrinos para Santiago

Previsão de 60 Mil em Valença em 2018

17 de setembro de 2018
Valença prevê atingir os 60 mil peregrinos, até ao final do ano, marcando um incremento de 35% face a 2017. O crescente número de peregrinos nota-se todos os dias no Caminho Português para Santiago, central e da costa.
Os dados, cedidos pela Oficina do Peregrino da Xunta de Galicia, apontam para que até ao final do ano Valença supere os 60 mil peregrinos em Valença, entre os que passam e começam aqui. Em 2016 foram 33.380 e em 2017 42.000 a percorrer os troços deste caminho em Valença. 

Caminho Português Central mantém a liderança 
    Em julho saíram e ou passaram em Valença 5436, destes 4394 fizeram o Caminho Central e 1042 o Caminho da Costa.

Mais Albergues em Valença
    O primeiro albergue oficial a surgir em Portugal foi o de São Teotónio. Hoje, esta estrutura, gerida pela Câmara Municipal, complementa-se  com a oferta de três albergues privados em Cerdal e Fontoura  e pelas demais 40 unidades hoteleiras do concelho.

Mais Oferta de Restauração
    O Menu do Peregrino conquista os peregrinos com pratos especiais para os peregrinos a preços mais económicos. Das 84 unidades de restauração do concelho são cada vez mais as aderentes a este menu, sobretudo as que ficam na confluência destes percursos.

Valença Marco dos Caminhos de Santiago
    Valença é um dos pontos do mundo por onde passam e ou começam os peregrinos para Santiago de Compostela. Valença proporciona uma experiência única aos peregrinos: a meio da ponte internacional, em pleno Caminho, é possível estar com um pé em Portugal e outro em Espanha, sobre o rio Minho, com a Catedral de Tui em frente a a Fortaleza de Valença atrás.

Adicionar comentário

Agenda

Notícias

Fortaleza
de Valença

o mais emblemático dos seus ícones – impõe a sua presença no alto de uma colina, assinalando a grandeza de uma das mais antigas povoações portuguesas, cuja imponência será, talvez, a responsável pela primeira impressão que se tem ao chegar.